Tutorial: como descobrir invasores e proteger sua rede WiFi

por -

segurança rede internet WiFi

Instalar um ponto de conexão sem fios (WiFi) em casa pode trazer muitas facilidades no uso da internet em notebooks e outros gadgets conectados numa residência ou estabelecimento comercial.

Porém, pouca gente sabe, ou nem todo mundo imagina que essas redes são extremamente vulneráveis a ataques e invasões de hackers. Qualquer pessoa que estiver próxima do sinal WiFi pode se valer de técnicas de descobrimento de senhas e/ou invasão de redes para acessar seus dados pessoais. Chega a ser assustador mas, infelizmente, é verdade. Por isso, veja abaixo algumas dicas para tentar se proteger ou, ao menos, identificar invasores em sua rede:

1. Proteja a Rede com uma senha:

Ao instalar o roteador de rede, dispositivo usado para distribuir o sinal WiFi, configure sempre uma senha pessoal. Ela não é infalível, mas já ajuda a manter invasores menos experientes de usarem a internet ou acessarem os arquivos de computadores nela conectados.

A maioria dos novos roteadores inicia um processo de configuração, possibilitando a criação de uma senha na primeira vez que são conectados. Caso isso não ocorra, conecte-o a um computador (através do cabo de rede) e visite a página de configurações. Estas são algumas das mais tradicionais, de acordo com a marca do roteador:

Outra forma de acessar a página de configurações do seu roteador é clicar no “Menu Iniciar” do Windows, selecionar “Computador/Meu Computador”, procurar e selecionar o ícone de “Rede” (Network, em inglês). Nesta página, procure ícone do seu roteador e clique nele com o botão direito do mouse, selecionando a opção “Ver a Página do Dispositivo” (View device webpage, em inglês).

Nesta página, procure pelas configurações da rede sem fios (WiFi) e localize o campo para escolha da senha. Salve as configurações e reinicie o roteador.

2. Escolha outra senha para o Roteador:

Muita gente não sabe, mas a página de configurações do roteador também precisa de senha. Afinal, de nada adianta criar uma senha para a rede sem fios (WiFi) se você deixa a página de configurações do roteador livre para ser acessada. É como colocar um cadeado na porta da frente de casa, deixando a porta dos fundos aberta. O invasor pode acessá-la (ainda que precise, antes, encontrar a chave da criptografia de dados) e descobrir ou alterar a sua senha da rede.

Sendo assim, localize os campos de login e senha do administrador na página de configurações do roteador e altere-os, para que esse acesso seja pelo menos dificultado.

3. Descubra se já existem invasores em sua Rede:

Existe um programinha leve e de fácil utilização chamado Wireless Network Watcher que faz o papel de vigia da sua rede. Desenvolvido pela NirSoft, ele monitora todos os equipamentos conectados, que são identificados pelo Nome, Número de IP, Endereço MAC e informações da Placa de Rede. Para usá-lo, basta fazer o download e executá-lo. Veja abaixo um exemplo da tela do programa:

Wireless-Network-Watcher

Nesta tela, tente localizar o roteador, o seu computador, smartphones e outros dispositivos conectados como TVs e Home Theaters. Para atualizar a lista, clique no botão verde que fica no canto superior-esquerdo da tela. Se você identificar algum dispositivo desconhecido, é melhor mudar as senhas da rede e do roteador, reiniciando o roteador em seguida.

Lembrando, uma rede livre de invasores costuma ser mais rápida e é sempre mais segura para os seus dados pessoais. Vale a pena ficar atento.

Bruno Ayres Martinez

Bruno A. Martinez é advogado, bancário e criador do Showmetech. E sim, todo mundo pergunta por que ele não estudou algum curso relacionado com tecnologia.